Perguntar e resolver: técnica dos 5 Porquês

·

·

Uma das ferramentas mais simples usadas na resolução de problemas é a técnica dos 5 porquês, essa foi desenvolvida por Taiichi Ohno, arquiteto do sistema Toyota de produção nos anos 1950. Ela consiste na repetição da pergunta “Por quê?” diante da questão a ser aprofundada na organização e, com ela, torna-se ainda mais fácil chegar à causa-raiz do problema com mais clareza.
Quando se tem um problema é comum querermos resolvê-lo de imediato. No entanto, muitas vezes não conseguimos por falta de informações, por isso, é preciso utilizar uma ferramenta capaz de levar o problema até o quinto nível de profundidade e, sendo assim, descobrir a causa primária ou originária também chamada de causa-raiz.
Observe que o primeiro “por quê?” é o mais superficial, à medida que vamos aplicando os “porquês?” nas respostas anteriores vamos mais perto da causa principal ou elementar do problema. Essa ferramenta é simples, porém, exige um esforço puramente mental, além disso, é importante que o avaliador das causas possua bastante competência enciclopédica, ou seja, conhecimento de mundo, pois, uma indagação não respondida travará o fluxo de resolução.
Não obstante, sabemos que no mundo informatizado temos vários recursos a nossa disposição, portanto, ao se deparar com um nível de pergunta mais denso é necessário fazer pesquisas para prosseguir com os questionamentos até estar satisfeito com a causa, ora, encontrada. Isso, como falei, geralmente, ocorre no quinto nível de pergunta, isto é, no último “por quê?”.
Ao identificar determinado problema é hora de utilizar outra ferramenta para proceder com a sua resolução, para isso recomendo a utilização de um plano de ação como, por exemplo, o 5W2H.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *