Sua proposta única de venda

·

·




Sua
proposta única de venda

Orlando Lima


No artigo anterior falei
da importância do seminário de marketing. Conforme prometido neste vamos nos
aprofundar, especificamente, em uma única ferramenta desse seminário, isto é, a
criação das PUVs. Esse tema é o ponto central dos esforços dos profissionais de
marketing sendo a peça fundamental para toda e qualquer campanha. Quero começar
falando sobre a importância dele. Sendo assim, pense comigo: em meio a uma
enxurrada de informações nossos olhos e ouvidos são alvos de toda sorte de
atrativos, como chamar a atenção de alguém submerso a tanta propaganda? Se você
pensou que em “ser diferente” sua hipótese está correta.

Como chamar a atenção do
consumidor para algo que já existe no mercado? 
Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Pense mais um pouco, como é
possível ser notado em meio a tantos concorrentes? Pois bem, será notado aquele
ou aquela que possuir uma proposta única de venda. Não se preocupe, meu
objetivo neste artigo é conduzi-lo ao entendimento desse conceito. Vamos lá! A
PUV não é um slogan, não é uma missão, nem muito menos visão. Ela é uma espécie
de “manchete”. Quando passamos em frente a uma banca de revista, a reportagem
principal vem em letras garrafais, ou seja, em destaque e, certamente, é a
notícia mais importante daquela edição. Portanto, a PUV é algo com essas
características em termos de importância.

Diante do exposto vamos às
características de uma PUV. Ela possui uma estrutura marcada pela concisão e
simplicidade. A PUV precisa ser fácil de entender e deverá apresentar, em
rápidas palavras, o maior benefício que ela possui, porém, esse deverá ser
único e distinguir o anunciador do seu concorrente através de algo que só você
possui. Pensar em um benefício único me faz lembrar das aulas de planejamento
estratégico, a necessidade de conhecer a si mesmo e ao seu concorrente para
criar um diferencial competitivo. Recomendo uma boa leitura sobre o tema em
Michael Porter, autor das cinco forças competitivas chamadas de cinco forças de
Porter.

As grandes empresas
utilizam o conceito de PUV porque entendem que só sobrevivem no mercado quem é
visto e quem é lembrado. Em suma, as PUVs são criadas em três pontos: o que? (o
que eu faço); para quem (Meu público-alvo); Porquê (O motivo pelo qual minha
proposta é melhor). Então de forma simples é possível construir a melhor
proposta capaz de impactar positivamente seu prospecto que será atraído ao seu
produto ou serviço. Por fim, vou deixar como exemplo uma PUV que eu sempre
utilizo nas minhas redes sociais: “Ajudo empreendedores a criar modelos de
negócios em um curto período de tempo”. Até mais! Abraços. 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *