Utilize a Matriz Trade-Off para tomar decisões mais acertadas

Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Quero iniciar com uma pergunta: você já precisou tomar uma decisão difícil? Isso é bem comum. Partindo do pressuposto que sua resposta seja positiva. É provável que dada a ausência de informações, às vezes, não sabemos aproveitar bem o momento e agimos por pura emoção.

 

A Trade-off mesmo que tenha um nome complicado, esse conceito é bem simples de entender, porque ele pode representar uma decisão entre custo x benefício ou investimento x risco ou tempo x trabalho, por exemplo.

Curso: 50 Ferramentas de Gestão

Essa é uma ferramenta que auxilia na tomada de decisão com base na melhor escolha racional

possível. Entenda esse tipo de escolha dada a ausência de recursos que possibilitam uma decisão

mais pensada. Isso corre muitas vezes por falta de tempo ou até mesmo por falta de instrumentos de medição tais quais apresentarei neste capítulo.

 

Antes de iniciarmos com a matriz Trade-Off, sugiro que façamos uma análise de perdas e ganhos, ou seja, costumeiramente nos deparamos com pontos de decisão, onde uma escolha dará margem para outros eventos sucessivos.

 

Antes de iniciarmos com a matriz Trade-Off, sugiro que façamos uma análise de perdas e ganhos, ou seja, costumeiramente nos deparamos com pontos de decisão, onde uma escolha dará margem para outros eventos sucessivos.

 

Nesse interim, vale salientar que a depender das nossas escolhas vamos acumular perdas e ganhos. Isso ocorre porque, geralmente, uma decisão corrobora com “pros” e “contras”. Sendo assim, o mais prudente é aplicar uma análise prévia sobre o resultado da decisão partindo da premissa de que sua escolha por um dos dois elementos do Trade-Off trará consequências positivas e negativas.

 

Perdas e Ganhos é uma técnica de preparação uma espécie de momento de preparo para o trade-off. Agora é a hora de pontuar os critérios observados na etapa anterior em fatores positivos e negativos. Com base nesse entendimento, podemos analisar quaisquer “Trade-Offs” que nos forem dados.

 

Então, por exemplo, sobre a decisão de escolher entre custo e benefício, responda: o que eu ganho com isso? E o que eu perco com isso? Eu ganho no preço, mas perco em qualidade. Podemos dizer que Custo-Benefício é o ponto de equilíbrio entre menor custo e a maior qualidade possível, mas observe que o custo varia em função da qualidade, o contrário também é verdadeiro.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba atualizações em seu e-mail

More To Explore

Ferramentas

DRE – Demonstrativo de Resultados do Exercício como elaborar?

Vamos explorar alguns conceitos importantes. Seguindo a ordem: receitas brutas; deduções; receitas líquidas; custo de mercadoria vendida; resultado operacional bruto; margem de contribuição; despesas operacionais; receitas e despesas financeiras

Gostaria de receber nosso E-book, gratuitamente?

Clique no botão abaixo